segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

LPticando em filme...

Olá visitantes!

Esperamos que tenham gostado dos conteúdos que fomos publicando neste blog. Porém, a U.C. que esteve na base do mesmo irá terminar agora em Janeiro e por isso decidimos realizar um pequeno filme, com o intuito de partilhar algumas citações que, na nossa perspectiva, focam pontos-chave do tema em questão.

No mesmo filme, encontram também imagens retiradas do nosso blog, de forma a demonstrar o seu aspecto visual.

Assim, pensamos ser uma boa forma de concluir o trabalho realizado nesta U.C., bem como uma interessante ferramenta para apresentação do blog em aula.

Obrigada pelo tempo dispensado! Esperamos ter conseguido criar um espaço de pertença, onde a aprendizagem colectiva tem lugar! (António Figueiredo. (2000). Novos media e nova aprendizagem. Universidade de Coimba. pp: 3)


video

Música: Zero to Hero de Hércules - Walt Disney (versão instrumental)


As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva

Reflexões Individuais

De forma a reflectir sobre todo o trabalho desenvolvido na Unidade Curricular de Língua Portuguesa e TIC anexamos a este post, recorrendo a mais uma ferramenta descoberta nas aulas, as nossas reflexões individuais. Assim, o Issuu permitiu-nos apresentar, através de um e-book, as considerações que tecemos acerca da U.C.



Nota: Se eventualmente não conseguir aceder aos livros digitais poderá fazê-lo aqui, para o texto original de Ana Teresa Gonçalves ou aqui para o de Sara Silva. 

As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Chico, o Sapo Apaixonado em Banda Desenhada


Decidimos adaptar a história anteriormente publicada em Photostory para uma ferramenta que permite criar bandas desenhadas.

Deste modo, através do programa Strip Generator podemos criar imagens como a seguinte.

Vale a pena experimentar! A sua utilização não é complicada e o resultado ficará certamente interessante.


Imagem criada por nós a partir de: Strip Generator.


História original: VELTHUIJS, Max. (2010). O Sapo Apaixonado. Lisboa: Editorial Caminho


As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva


Chico, o Sapo Apaixonado em Wordle

Numa das últimas aulas com a professora Rosário tivémos conhecimento de uma ferramenta on-line que considerámos interessante. Assim, através do Wordle recriámos a história de Chico, o Sapo Apaixonado que, anteriormente, tinhamos adaptado para Photostory. 


Imagem criada por nós a partir de: wordle.net.

História original: VELTHUIJS, Max. (2010). O Sapo Apaixonado. Lisboa: Editorial Caminho

As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Photostory – Chico, o Sapo Apaixonado

O Photostory, enquanto aplicação da Microsoft, permite aos seus utilizadores criar apresentações de vídeo, através de imagens.

Deste modo, foi-nos sugerida, no âmbito desta U.C., a realização de um filme, produzido com o recurso a esta ferramenta. Ora, para tal, decidimos adaptar a obra de Max Velthuijs intitulada de O Sapo Apaixonado (consultar aqui o guião e o texto original), dado que a mesma permite abordar a importância dos afectos e apelar para a não discriminação nas relações com os outros.

Note-se que o filme será acompanhado por uma narração da história, criada por nós, bem como por uma música de Adriana Calcanhoto que considerámos adequada ao enredo.

Nota: Para ver a fundamentação completa clique aqui. Aconselhamos que efectue o download dos documentos para a sua visualização sem quaisquer problemas de configuração.

video
Imagens retiradas, na sua totalidade, de: VELTHUIJS, Max. (2010). O Sapo Apaixonado. Lisboa: Editorial Caminho.
Banda sonora: Fico Assim Sem Você de Adriana Calcanhoto - versão instrumental.

As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva


domingo, 26 de dezembro de 2010

A importância da ligação escola – televisão no desenvolvimento da aprendizagem das crianças

Uma escola plenamente consciente da mais-valia educativa do seu tempo e uma televisão pujante e volátil mais respeitadora de uma inteligente divisão de tarefas entre meios formativos diferenciados podem constituir a combinação mais explosivamente produtiva para uma nova educação, aberta aos desafios do futuro e capaz de protagonizar os superiores desígnios da Humanidade.
Roberto Carneiro

Enquanto indivíduos activos numa sociedade cada vez mais globalizada necessitamos de compreender que o conceito de literacia deve expandir-se e integrar diferentes modos de comunicação. Ora, é neste contexto que surgem os media e consequentemente a televisão enquanto poderoso instrumento de aprendizagem das crianças e dos jovens (Botelho, 2007) e significativo meio de informação do quotidiano (Botelho, 2002).

Na verdade, se outrora a exposição à televisão era passiva, nos dias de hoje evoluímos para uma consciência de que este meio tem vantagens educativas e é eficaz enquanto instrumento de comunicação de conhecimentos, tal como tentámos transmitir através da elaboração do texto aqui anexado.



As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Ler e aprender com a televisão

A televisão é, indiscutivelmente, um dos meios de informação, comunicação e entretenimento mais significativos no nosso quotidiano (Botelho, 2002).
Deste modo, torna-se imperativo educar para os media, valorizando aspectos concretos do dia-a-dia das crianças e integrando-os no processo de ensino aprendizagem. Porém, sabemos que este processo deverá partir das suas motivações intrínsecas, para que ocorra de uma forma activa e eduque o desejo de trabalhar a língua e de comunicar com determinados objectivos.

Ora, após pesquisa, o grupo decidiu escolher a série de animação baseada nos famosos livros para crianças da autoria de Marc Brown, intitulada de Arthur. Por fim, tendo em conta o público-alvo desta animação, pensámos criar uma actividade destinada a crianças em idade pré-escolar que desenvolvesse os domínios oral e escrito, embora este último não de uma maneira formal. Esta intitula-se “Para quem eu gosto” e será aqui fundamentada.


Nota: Clique aqui para ver um dos episódios de Arthur.

Imagem retirada de: http://pbskids.org/
As autoras:
Ana Teresa Gonçalves e Sara Silva